quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Defasagem de 135% Gera Consequências

Defasagem de 135% Gera Consequências



Defasagem de 135% Gera Consequências

 
“Os militares não tiveram o reajuste anual que, segundo juristas, lhes é um Direito Constitucional, e assim, foram lesados, aproximadamente, em R$780.000.000,00”.
Do jornalista Cláudio Humberto.

"A área do governo que mais sofrerá com os cortes orçamentários será novamente a militar".

"Militares da ativa tentaram articular uma rebelião contra o congelamento dos soldos. Discutiram ações para abandonar a guarda do Palácio do Planalto e até manter no chão o avião presidencial...”

"Indignados com o arrocho salarial, militares denunciam que após soldados e cabos, agora são os sargentos e até oficiais que se mudam para favelas."

Do jornalista Carlos Chagas

"O problema é que a totalidade das Forças Armadas contava com esse adicional, mais do que justo."

Quem cala consente.

 

LEI No 10.331, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2001.

Regulamenta revisão anual dos soldos (janeiro).

Por dez anos os comandantes das Forças estão calados. A Constituição desrespeitada pelo governo e desprezada pelas “Guardiãs”.

Por igual período ficamos silentes, confiantes de que os superiores cumprissem o que aprenderam e nos ensinam:o militar zela pelas condições de vida digna dos seus comandados, tanto quanto pela manutenção da disciplina e dos deveres castrenses”.


Por igual período o governo tem distribuído esmolas, com índices fajutos, em datas aleatórias, sem nunca nos contemplar com a revisão constitucional.


Por nossa omissão nossas famílias estão sendo sacrificada, isto é justo?


Não podendo ficar à mercê de quem não respeita a Constituição, nem daqueles que por dever de ofício devem defendê-la e não o fazem; temos que agir...

 

A internet nos faculta as melhores armas: palavras, argumentos, verdades... twitter, email, facebook, orkut... Lancem granadas, bombas, rajadas, mísseis, torpedos... Virtuais, é claro. Sob fogo intenso deste arsenal, o descaso, a ilegalidade, a inconstitucionalidade capitularão. Só depende de você! Resultado? Vitória INCÓLUME!

 

 Soldos defasados 135%. Sem articular jamais serão atualizados.

 
Se o ministro da Defesa não cogita aumento para os Militares, e os Comandantes não o constrangem cumprir a Constituição, cabe a nós interessados, fazê-los verem que não sossegaremos enquanto não repuserem nossas perdas de 135%, que a inflação corroeu. Vamos articular!

 
"Pode estar terminando a temporada de os militares engolirem sapos em posição de sentido." NET NELES!

 
Reivindicar um direito não é crime. Não somos litigantes desonestos, queremos apenas o que a inflação tomou. Só não temos quem advogue por nós. Estamos ÓRFÃOS… Sem ARRIMO…

 
Se não houver pressão da base, a cúpula permanecerá estática, somente uma ação provoca reação, ou lutamos por nossos direitos ou pereceremos (na mendicância).

 

 Tergiversação, conduta permanente dos descompromissados com a honra.

 

-AS FORÇAS ARMADAS TÊM O DEVER SAGRADO DE IMPEDIR, A QUALQUER CUSTO, A IMPLANTAÇÃO DO COMUNISMO NO BRASIL.

 

Todo brasileiro que tenha recursos para isso está autorizado e solicitado desde já a reproduzir este aviso e fazê-lo publicar no órgão de mídia de sua preferência, assim como a divulgá-lo por quaisquer outros meios ao seu alcance. Preservado o Teor e a Fonte.

/MilitarSarides

Juro do Cartão de Crédito

Comissão do Senado aprova projeto que limita juro do cartão de crédito

Publicado em 30/11/2016
A CAE (Comissão de Assuntos Econômicos) do Senado aprovou nesta terça-feira (29) um projeto que define um teto para o juro do cartão de crédito ao equivalente ao dobro do CDI (Certificado de Depósito Interbancário), que é próximo à taxa básica de juros (Selic), hoje em 14% ao ano.

Ou seja, caso a proposta já estivesse em vigor, o limite da taxa cobrada pelos bancos no chamado rotativo, quando o cliente financia parte da fatura, seria equivalente a cerca de 28% ao ano.

O senador Ivo Cassol (PP-RO), autor do projeto, disse que os juros abusivos exigem limites regulatórios. Com a aprovação na CAE, o projeto seguirá para votação em plenário.

Na semana passada, o Banco Central informou que ojuro médio do rotativo do cartão de crédito em outubro ficou em 475,8% ao ano.

Mesmo o crédito com desconto em folha de pagamento, o consignado, teve taxa média de 29,5% em outubro, acima do nível proposto pelo projeto aprovado pela CAE.

Consultada, a Febraban (Federação Brasileira de Bancos) não se manifestou de imediato. Um porta-voz da Abecs (Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito) não foi encontrado para comentar.
Fonte: Reuters - 29/11/2016

Senado aprova reajuste para policiais federais

O Senado aprovou nesta quarta-feira (30) reajustes salariais para cinco carreiras, entre elas as de policial federal e de policial rodoviário federal. Os reajustes são diferentes e serão parcelados nos próximos três anos, a partir de 2017. O texto (PLC 78/2016) segue para a sanção presidencial.
Além dos policiais, receberão os reajustes as carreiras de Perito Federal Agrário; de Desenvolvimento de Políticas Sociais; e do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit). Para essas três carreiras, o texto permite que servidores possam optar pela incorporação de gratificações de desempenho aos proventos de aposentadoria ou de pensão. O requisito para isso é que tenham recebido a gratificação por pelo menos 60 meses antes da aposentadoria.
Os reajustes, serão pagos em três parcelas até 2019. Defensores do texto argumentam que é uma reposição, já que os policiais federais têm perdas relacionadas à inflação acumuladas desde 2007. Em 2017, eles receberão cerca de 23% do aumento.
No caso de delegados e peritos da Polícia Federal, o salário no topo da carreira, que hoje é de R$ 22.805,00 passará a ser de R$ 30.936,91. Para o policial rodoviário federal, a remuneração, que hoje é de R$ 12.206,09 no final da carreira, chegará a R$ 16.552,34 em 2019. O Projeto de Lei com os reajustes foi assinado em junho.
De acordo com o governo, o custo da recomposição remuneratória das carreiras terá impacto de mais de R$ 2 bilhões em 2017, mais de R$ 500 milhões em 2018  e mais de R$ 500 milhões em 2019.
Com informações da Agência Câmara

Senado derruba manobra de Renan para votar medidas anticorrupção



O plenário do Senado rejeitou um requerimento de urgência para votar ainda nesta quarta o pacote de medidas anticorrupção aprovado pela Câmara nesta madrugada.
Foram 44 votos contrários e 14 a favor da urgência. A proposta de acelerar a votação foi feita pelo presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), em articulação com líderes de outros partidos.
O documento foi assinado pelas lideranças do PMDB, PSD e PTC.
A reação de Renan se deu após as manifestações dos procuradores, que criticaram a votação da Câmara e chegaram a afirmar que deixariam a Lava Jato caso as medidas fossem sancionadas.
Logo em seguida, Renan deu nova declaração, visivelmente irritado. Disse que a votação do pacote "é uma decisão sobre a qual não pode haver pressão externa" e que "não se pode fazer cadeia nacional para pressionar por nada que absolutamente conteste, esvazie o estado democrático de direito.
Com a derrota, Renan terá de enviar a proposta a uma comissão. 

http://www1.folha.uol.com.br/poder/2016/11/1837253-senado-derruba-manobra-de-renan-para-votar-medidas-anticorrupcao.shtml
.......................................................................................................................

Uma notícia boa no dia.

Projeto do Renan

Depois de golpear a Lava Jato no Congresso, os corruptos irão determinar o fim definitivo da liberdade de expressão nas redes sociais. Art. 12. Ofender a intimidade. a vida privada. a honra ou a imagem de pessoa investigada ou indiciada em inquérito policial autuada em naquele delito. presa provisória ou preventivamente. seja ela acusada. vítima ou testemunha de infração penal. constrangendo-a e participar de ato de divulgação de informações a meios de comunicação social ou a ser fotografada. filmada ou ter sua imagem gravada ou divulgada com essa ruralidade. Pena – detenção. de 1 (um) a 4 (quatro) anos. e multa. sem prejuízo da pena cominada à violência. NÃO É BRINCADEIRA......VEM PRA RUA

SALDO FGTS

Para consultar saldo endereço....http://www.fgts.gov.br/trabalhador/servicos_online/extrato_fgts.asp

PIS/PASEP

Relação dos que não receberam em 2014. Consulta no endereço......http://abonosalarial.mte.gov.br/